Alimentação de melancia em diferentes estágios de desenvolvimento com fertilizantes orgânicos e minerais

Alimentação de melancia em diferentes estágios de desenvolvimento com fertilizantes orgânicos e minerais

Vai ser preciso muito esforço para obter frutos saborosos e de alta qualidade de uma melancia. Em cada fase de desenvolvimento, uma cultura necessita de um determinado elemento nutricional, e se não for introduzida a tempo, não só a planta sofrerá, mas também a colheita futura. A alimentação da melancia pode ser feita com fertilizantes minerais e orgânicos, sendo melhor combiná-los, o que proporcionará nutrição adequada às plantas.

Como identificar deficiências nutricionais

Ao cultivar uma melancia, a alimentação é um procedimento importante. Você pode fertilizar essa cultura com várias composições, fáceis de comprar prontas e preparadas manualmente. Para que o fruto seja saboroso e de alta qualidade, durante o seu cultivo, certos elementos devem estar contidos no solo, cuja falta pode ser determinada pelo estado da planta:

  • Azoto. Por estar envolvido no processo de fotossíntese, sua deficiência se manifesta na forma de crescimento lento das plantas, formação de brotos finos e curtos, pequenas inflorescências, bem como folhas de cor verde pálido. Além disso, veias amarelas aparecem nas folhas inferiores e, em seguida, nas superiores.
  • Fósforo. Apesar de este elemento estar presente em grandes quantidades no solo negro, ele não ocorre da forma como as plantas precisam, ou seja, não conseguem absorvê-lo. Melões e cabaças precisam de fósforo durante todo o período de crescimento. Na falta deste elemento, o sistema radicular das plantas ficará fraco, as folhas são pequenas com uma tonalidade verde acinzentada ou azulada característica. As folhas principais, localizadas perto do caule, gradualmente tornam-se amarelas, e manchas marrons aparecem entre as nervuras. Em seguida, as folhas superiores são afetadas. Após a secagem, o aparato de folhas fica preto. Além de o crescimento da planta abrandar, o ovário também aparece tarde, e novas folhas são formadas de tamanho pequeno.
  • Potássio. Este elemento controla o equilíbrio da água. Sua falta se manifesta na forma de murcha da planta. Se a planta for deficiente em potássio durante o período de frutificação, a qualidade dos frutos será reduzida. Para compensar a deficiência desse elemento no solo, é necessário aplicar fertilizantes contendo potássio.
  • Cálcio. Graças a este elemento, a atividade vital das membranas celulares é assegurada. A falta de substância se manifesta na forma de flores estéreis e no murchamento dos ovários. Frutas que não têm cálcio, crescem pequenas e insípidas e também têm uma extremidade subdesenvolvida da inflorescência.
  • Magnésio. A falta desse elemento se manifesta em regiões com alta umidade. A falta de substância é indicada pelo amarelecimento das folhas e manchas marrons entre as nervuras.

Vídeo: sinais de falta de nutrientes nas plantas

Fertilizantes minerais para melões e cabaças

Para alcançar altos rendimentos de melão, os macronutrientes devem ser absorvidos pelas plantas em doses maiores. Os fertilizantes minerais são aplicados ao solo durante a semeadura. A introdução deste ou daquele componente depende da fase de desenvolvimento cultural. O potássio é um dos elementos importantes que fornecem nutrição para a melancia. Com uma quantidade suficiente desta substância, a floração será estável, o rendimento aumentará, a resistência das plantas a pragas e doenças melhorará.

Vale a pena considerar que os fertilizantes minerais são usados ​​após umedecimento do solo, ou seja, após a rega ou chuva, após o que o solo é solto sem falha. Se você adicionar nutrientes sem umidade preliminar, a eficácia de seu uso será próxima de zero. Para obter um rendimento completo de melões e cabaças durante toda a estação de crescimento, é necessário adicionar minerais e matéria orgânica. Os fertilizantes podem estar na forma líquida e sólida. Vamos dar uma olhada mais de perto no que são esses ou aqueles nutrientes.

Azoto

Um fertilizante mineral bastante comum é a uréia (carbamida), nitrato de amônio e sulfato de amônio.

Uréia

A uréia é um fertilizante de nitrogênio popular que tem um efeito benéfico no desenvolvimento das plantas, acelerando o processo de fotossíntese. No entanto, o conteúdo excessivo de matéria no solo contribui para o rápido desenvolvimento da massa verde. Como resultado, as folhas e os brotos crescerão na melancia e o número de flores será mínimo. A cultura com altas doses de ureia será caracterizada por uma cor incomum e uma deterioração no sabor.

Os fertilizantes minerais mais populares entre os fertilizantes de nitrogênio são a uréia.

Nitrato de amônio

Um fertilizante contendo nitrogênio, como o nitrato de amônio, contém 34% de nitrogênio. Não é recomendável alimentar o melão com essa substância, pois os nitratos se acumulam nos frutos, prejudicando a saúde humana. No entanto, se você olhar para ele, doses maiores de nitratos podem ser formadas apenas quando o salitre é introduzido em quantidades excessivas. Com base nisso, podemos afirmar que a introdução do salitre sob a melancia em pequenas quantidades não trará nenhum dano à saúde humana.

Sulfato de amônia

O sulfato de amônio difere de outros fertilizantes de nitrogênio por conter enxofre. A vantagem desse fertilizante é o menor custo em relação à ureia e ao nitrato. Além de melões e cabaças, o sulfato de amônio pode ser usado em arbustos de frutas e hortaliças. Uma característica importante desse fertilizante é o fato de que essa substância é absolutamente inofensiva para os seres humanos.

Um dos fertilizantes nitrogenados usados ​​como fertilizantes minerais é o sulfato de amônio, que, além do nitrogênio, também contém enxofre.

Fosfato

Um dos fertilizantes necessários para qualquer planta, incluindo melão e cabaça, é fosfato ou mais familiar a todos - fertilizantes de fósforo (fosfatos solúveis)... Entre os mais populares estão o amofos e o superfosfato.

Amofos

O amofos é um grânulo cinza claro que contém 12% de nitrogênio e 52% de fósforo. Não confunda amofos com amofos, uma vez que são fertilizantes um tanto diferentes. Além do nitrogênio (12%) e do fósforo (15%), o ammofosk também contém potássio (15%) e enxofre (até 14%).

Alguns jardineiros são da opinião de que não há nitrogênio suficiente na composição do amofos. No entanto, deve-se ter em mente que esta composição é usada principalmente como uma composição de fósforo. A fertilização melhora o desenvolvimento do sistema radicular das plantas, aumenta a resistência a doenças e influências climáticas, melhora a produtividade, torna o sabor dos frutos mais delicado e também tem um efeito positivo na segurança da colheita colhida. O amofos é especialmente relevante para regiões áridas, onde os solos carecem de fósforo.

Superfosfato

Os fertilizantes, como o superfosfato, são de diferentes tipos:

  • nivelar;
  • em dobro;
  • granulado;
  • amonizado.

Algumas formulações contêm magnésio, molibdênio, boro e outros elementos. A quantidade de fósforo no fertilizante varia de 20 a 50%. A principal vantagem do superfosfato é que ele é um fertilizante solúvel em água. Isso permite que a planta receba nutrição rapidamente ao usar um revestimento de cobertura na forma de uma solução aquosa.

O superfosfato é um fertilizante mineral solúvel em água com alto teor de fósforo (20-50%)

Potassa

Visto que o potássio desempenha um papel importante no desenvolvimento das plantas, sua introdução adicional não será absolutamente supérflua.

Cloreto de Potássio

Um dos fertilizantes de potássio mais comuns para melões e cabaças é o cloreto de potássio. Esta substância aumenta a resistência da melancia às influências ambientais adversas e às doenças, fortalece o sistema radicular. O cloreto de potássio contém 65% de potássio e cloro, que é eliminado ao longo do tempo pela irrigação e precipitação do solo. O sulfato de potássio ou o nitrato de potássio podem ser usados ​​como alimento de potássio para as plantas.

Alimentação de melancia orgânica

Os fertilizantes de natureza orgânica podem ser divididos em substâncias de origem animal e vegetal. Eles contêm nitrogênio, potássio e fósforo. Todas essas substâncias devem ser aplicadas em doses adequadas.

Vegetal

Húmus, infusão de grama, vermicomposto e cinza de madeira são usados ​​com mais frequência como curativos para plantas.

Húmus

Uma excelente opção para a alimentação do melão é o húmus, que é uma parte do solo formada no processo de decomposição de resíduos vegetais e animais. A maior concentração de húmus é encontrada em solos de chernozem. Como tal fertilizante, excrementos de coelho, cavalo e esterco de vaca são usados.

Infusão de ervas

Um fertilizante bastante simples e ao mesmo tempo útil é a infusão de ervas. Cada um em sua própria área durante a temporada está lutando contra as ervas daninhas sacando. Entretanto, não é necessário se livrar da grama queimando - ela pode ser usada para preparar uma infusão. Embora essa alimentação orgânica não substitua o húmus, a complexa aplicação de fertilizantes permitirá que você obtenha uma boa colheita.

Vídeo: fertilizante universal de infusão de ervas

Biohumus

Separadamente, vale a pena morar no vermicomposto, porque o fertilizante preparado com base neste componente é várias vezes mais nutritivo do que o estrume e o composto podre. Vermicomposto é um fertilizante orgânico formado como resultado do processamento de matéria orgânica do solo por vermes californianos. Após o processo de beneficiamento, os excrementos orgânicos permanecem no solo, podendo ser absorvidos pelas plantas. A vantagem do vermicomposto é a ausência de microflora patogênica e sementes de ervas daninhas. O fertilizante melhora o sabor dos frutos e aumenta a resistência das plantas às doenças.

Freixo de madeira

Os jardineiros e jardineiros usam amplamente a cinza de madeira, que é um produto da combustão de madeira, ervas daninhas, palha, folhagem. A cinza contém componentes que garantem o desenvolvimento normal das plantas. Estes incluem zinco, magnésio, sódio, enxofre, fósforo, cálcio, boro. Com a introdução oportuna de cinzas no solo, a resistência das plantas às pragas aumenta, a resistência a infecções e o sabor da cultura são melhorados.

Um dos fertilizantes disponíveis é a cinza de madeira, que contém elementos como zinco, magnésio, sódio, enxofre, fósforo, cálcio, boro.

Animais

Entre os fertilizantes orgânicos de origem animal, os mais populares são estrume, excrementos de pássaros e verbasco.

Estrume

O estrume pode ser dito sem exagero que é o fertilizante orgânico mais valioso e difundido. Sua composição pode variar dependendo da cama utilizada para os animais (serragem, palha). É geralmente aceito que o melhor estrume é aquele que usa cama de palha. Graças à palha, o fertilizante recebe uma boa estrutura e, no processo de decomposição da matéria orgânica, são liberados elementos úteis. Dependendo do grau de decomposição do esterco, a qualidade do fertilizante também difere: quanto maior o grau de decomposição, maior a qualidade do esterco, pois é mais fácil para as plantas absorverem os nutrientes.

É preciso também levar em conta o fato de que não se usa estrume fresco, apenas apodrece. Caso contrário, a alimentação com esse fertilizante afetará negativamente a imunidade das plantas, retardará seu crescimento e piorará o sabor. Além disso, o esterco fresco gera uma quantidade considerável de calor no início de sua decomposição, o que pode simplesmente destruir as plantas. Além disso, este fertilizante contém sementes de ervas daninhas e ovos de pragas que, se entrarem no solo, só farão mal.

O estrume é um fertilizante orgânico valioso, amplamente utilizado para melhorar a fertilidade do solo.

Excrementos de pássaros

Os excrementos de aves são igualmente populares, especialmente os excrementos de galinha. A substância contém muitos elementos úteis, em particular magnésio, nitrogênio, fósforo, potássio. O produto também é caracterizado pela rápida degradação e ação ativa. Vale lembrar que não vale a pena usar o esterco puro, pois o fertilizante é muito concentrado.

O uso descuidado de esterco de galinha pode causar queimaduras nas plantas, uma vez que o ácido úrico está presente na composição. O esterco é usado, via de regra, na forma de soluções nutritivas líquidas, diluídas em água, trazidas secas no outono e desenterradas na primavera. Também pode ser aplicado na primavera, mas apenas na forma de composto bem amadurecido. Composto é uma matéria biológica e orgânica que se decompõe sob a influência da atividade vital de microrganismos.

Vídeo: alimentação com esterco de galinha

Verbasco

Verbasco é um fertilizante amado por muitos jardineiros, usado como cobertura e uma infusão de esterco de vaca. O produto é amigo do ambiente. Ele contém uma grande quantidade de nitrogênio, cálcio, potássio e fósforo, bem como uma série de outros elementos úteis. Verbasco é uma massa fermentada, em cuja superfície sempre surgem pequenas bolhas.

A infusão de verbasco é amplamente usada para alimentar várias culturas hortícolas e hortícolas

O que é melhor: fertilizantes minerais ou orgânicos

As opiniões dos jardineiros sobre o uso de fertilizantes são diferentes: alguns preferem apenas matéria orgânica, outros acreditam que uma boa colheita não pode ser obtida sem fertilizantes minerais. Qual é a situação real? Neste ponto, vale a pena entender com mais detalhes para entender quais fertilizantes são mais preferíveis e por quê.

Para começar, deve-se notar que a matéria orgânica é caracterizada por uma ação mais longa do que os fertilizantes minerais. Isso se deve à lenta decomposição da matéria orgânica do solo, que contribui para a melhoria de sua estrutura, bem como para o acúmulo de húmus. No entanto, deve-se ter em mente que o uso frequente de fertilizantes orgânicos contribuirá para o acúmulo de nitratos nas plantas. Isso se deve ao conteúdo de nitrogênio desses fertilizantes.

As vantagens dos fertilizantes minerais incluem facilidade de uso. Hoje é possível adquirir as formulações necessárias para plantas específicas, mas mesmo esses fertilizantes são incapazes de resolver a questão da fertilidade do solo. Além disso, algumas substâncias acidificam o solo, de modo que o uso de minerais em solos ácidos sem calagem será inútil. Isso se deve ao fato de que a maioria das hortaliças e frutas preferem solos neutros, ligeiramente ácidos e ligeiramente alcalinos. Quanto aos solos ácidos, as plantas não conseguem absorver nutrientes sobre eles. Portanto, para o cultivo de melancia, solo neutro é necessário, ou seja, pH = 7.

Os fertilizantes orgânicos podem ser aplicados com sucesso sem elementos químicos. No caso de usar fertilizantes minerais, mais cedo ou mais tarde terá que adicionar composto para melhorar a estrutura do solo. No entanto, usando apenas matéria orgânica, dificilmente será possível obter altos rendimentos, o que está associado à falta e ao equilíbrio incorreto de nutrientes. Embora os fertilizantes orgânicos contenham nitrogênio, não é suficiente no período de tempo necessário. Portanto, a alimentação com minerais nas proporções corretas tem um efeito positivo no crescimento, desenvolvimento e frutificação das lavouras. Isso sugere que os orgânicos e os minerais se complementam e os dois tipos de fertilizantes devem ser usados.

Vídeo: fertilizantes minerais ou orgânicos

Alimentando melancia com remédios populares

Entre toda a variedade de fertilizantes, os remédios populares não são menos populares para fertilizar.Isso inclui fermento e amônia.

Fermento

Para curativos de fermento, é usado fermento de padeiro comum. Uma solução nutritiva baseada em tal componente desempenha as seguintes funções:

  • aumenta a fertilidade do solo;
  • estimula o crescimento das plantas.

A fertilidade é melhorada devido ao conteúdo de microrganismos benéficos na levedura, e o sistema radicular se desenvolve com esses curativos várias vezes mais rápido. Como resultado, uma planta mais poderosa se desenvolve, que ao mesmo tempo recebe mais nutrientes.

Para melancias, você pode preparar uma solução nutritiva de fermento comum, que contém microorganismos benéficos.

Amônia

Amônia ou amônia (amônia) às vezes pode ajudar no processo de cultivo de melancias. Como a substância contém compostos nitrogenados, as plantas, ao serem processadas, recebem as substâncias necessárias tanto para os brotos quanto para as folhas. No entanto, o uso da amônia deve ser utilizado apenas como último recurso, ou seja, quando a planta não puder ser salva de outras formas.

Amônia (amônia) é frequentemente usada para fertilizar plantações de jardim, uma vez que a substância contém compostos nitrogenados

Molho de raiz

Todas as plantas do jardim podem ser alimentadas com raízes e foliares. O tratamento de raízes é a principal forma de introdução de nutrientes no solo próximo ao sistema radicular da planta, o que garante seu crescimento e desenvolvimento normais. O método da raiz pode ser usado para aplicar minerais e matéria orgânica na forma líquida ou sólida.

A matéria orgânica líquida pode ser preparada a partir de chorume, verbasco, excrementos de pássaros ou cinzas de madeira. Essas substâncias são introduzidas durante o período de crescimento ativo da planta, ou seja, de maio - início de junho. Além disso, a matéria orgânica líquida é usada para o crescimento lento e o enfraquecimento perceptível das plantas. Fertilizantes orgânicos sólidos, como estrume de animais de fazenda, fezes de aves e coelhos, são incorporados à camada superficial do solo no outono.

Se for dada preferência a fertilizantes minerais, então substâncias prontamente solúveis devem ser usadas para tratamento de raízes. Estes incluem nitrophoska, ureia, ammophos e outros. Os fertilizantes minerais insolúveis (nitrogênio, potássio, fósforo) são aplicados ao solo no outono. Na primavera, a terra estará totalmente saturada com essas substâncias úteis e as plantas serão capazes de absorvê-las normalmente.

A cobertura da raiz é a principal forma de adicionar nutrientes ao solo próximo ao sistema radicular da planta.

Curativo foliar

A alimentação foliar da melancia, também chamada de alimentação foliar, é a introdução de nutrientes pelas folhas e não pelo sistema radicular. A peculiaridade e vantagem desse método de fertilização é que os nutrientes entram nas plantas mais rápido do que o método da raiz. Porém, com o método foliar, é impossível fornecer às plantas uma grande quantidade de nutrientes. O curativo foliar é usado com mais frequência para a introdução de fertilizantes com micronutrientes em pequenas quantidades, pois é usado como complemento à fertilização da raiz.

A pulverização é usada para distribuir a solução nutritiva sobre o caule e a folhagem das plantas. É melhor fazer este procedimento de manhã ou à noite. Durante o dia, pode ser pulverizado apenas em dias nublados, o que permitirá que a composição permaneça mais tempo nas folhas. Independentemente dos fertilizantes usados, orgânicos ou minerais, é preciso ter cuidado com a concentração da solução. Formulações muito concentradas, especialmente com fertilizantes de nitrogênio, podem queimar as folhas. Na pulverização de primavera, ou seja, quando a folhagem é jovem, soluções menos diluídas devem ser usadas do que no processamento de folhagem grossa. A ureia é a mais difundida durante a pulverização: pode ser usada em concentrações mais elevadas em comparação com outras substâncias de nitrogênio.

O curativo foliar é aplicado pulverizando o caule e as folhas das plantas, o que permite que você entregue rapidamente elementos úteis à planta

Quadro de fertilização para melancia

À medida que a melancia se desenvolve, a planta é alimentada várias vezes. Dependendo da fase de desenvolvimento da cultura, um ou outro fertilizante é aplicado. Ao semear, é necessário usar uma mistura de solo fertilizada composta de terra e húmus na proporção de 1: 3, além de fertilizantes de potássio, fósforo e nitrogênio 1 colher de sopa. eu.

Fertilizantes para mudas de melancia

Ao cultivar mudas de melancia, deve-se fornecer alimento para que as plantas não faltem algum elemento. Durante o crescimento, as mudas devem ser alimentadas 1-2 vezes. Um dos fertilizantes mais adequados para esse fim é o esterco de aves. Para preparar a solução nutritiva, os excrementos são misturados com água na proporção de 1:10, após o que as plantas são regadas. Além dos excrementos, também se pode usar verbasco, fertilizante com o qual é preparado da mesma forma. Se for dada preferência a fertilizantes minerais, é melhor usar ureia. Dilua a substância de acordo com as instruções. Os fertilizantes listados contêm uma grande quantidade de nitrogênio, que é necessário para as plantas no estágio inicial de crescimento.

Quanto ao tratamento direto, a primeira vez que as mudas são fertilizadas quando duas folhas verdadeiras são formadas, a segunda vez - 2 semanas antes do plantio em campo aberto ou em estufa. A cinza de madeira tem um bom efeito no desenvolvimento de mudas. Pode ser aplicado de diferentes maneiras: despeje uma pequena quantidade sob a raiz ou dilua 1 colher de sopa. Cinza em 10 litros de água e rega as plantas com uma solução nutritiva.

A primeira vez que as mudas de melancia são alimentadas quando duas folhas verdadeiras são formadas, na segunda vez - 2 semanas antes do plantio em um local permanente

Cobertura após o plantio no solo

2 semanas após o plantio das mudas em local permanente, elas são alimentadas com nitrato de amônio. Para preparar uma solução em 10 litros de água, dilua 20 g do medicamento e gaste 2 litros por planta. Em vez de fertilizantes minerais, também podem ser usados ​​fertilizantes orgânicos: verbasco (1:10) ou fezes de pássaros (1:20) são criados com água, 30 g de superfosfato e 15 g de cloreto de cálcio são adicionados ao balde.

Você também pode fornecer às plantas a nutrição necessária com uma infusão à base de ervas verdes. A essência da preparação do fertilizante é encher um recipiente de grande volume com grama verde, seguido da adição de água e infusão por duas semanas ou mais: a mistura deve fermentar. Você pode adicionar cinzas de madeira ou excrementos de frango à composição, aumentando assim o valor nutricional da solução. Após a fermentação, a solução resultante é diluída 1:10 com água e regada com 1 litro sob o arbusto.

Recorrendo a remédios populares, após o transplante, as melancias podem ser alimentadas com fermento. A utilização deste tipo de fertilizante permite transferir a colheita para as plantas de forma quase indolor. O fermento cru é mais adequado para o preparo de molhos, mas os jardineiros costumam usar o fermento seco. Para preparar uma solução nutritiva a partir do fermento, você precisa fazer o seguinte:

  1. Dissolva 100 g da substância em 3 l de água com a adição de uma pequena quantidade de açúcar (1 colher de chá).
  2. A solução é insistida por 7 dias, após os quais é diluída com água na proporção de 1:10.
  3. 1 litro de fertilizante é derramado sob cada arbusto.

Vídeo: alimentando melancia com infusão de ervas após o plantio no solo

Cobertura superior antes da floração

Na fase de brotamento, as melancias também precisam ser alimentadas. Como alimento, você pode usar 4 g de cloreto de cálcio e nitrato de amônio, além de 6 g de superfosfato por planta. Os fertilizantes podem ser aplicados secos com água antes e depois do procedimento de alimentação.

Molho superior ao definir frutas

Durante o período de ovário para alimentar melancias, é melhor usar fertilizantes complexos para melões. Se não houver, as plantas são alimentadas 2 vezes com uma frequência de 15 dias. O ácido bórico é usado como nutriente, que irá adicionar doçura à fruta. Para a preparação da solução, dilui-se 5 g de ácido em 5 litros de água e realiza-se a alimentação foliar. Para realizar a alimentação de potássio-magnésio, é necessário dissolver 2 comprimidos de Asparkam em 0,5 litros de água. A solução também é introduzida pelo método foliar.

Na configuração dos frutos, a fertilização pode ser feita com o seguinte fertilizante: superfosfato (10 g), sal de potássio (35 g), sulfato de amônio (24 g), que se dissolvem em 10 litros de água e rega as plantas na raiz de 2 litros por arbusto. O superfosfato, embora se dissolva em água, deve primeiro ser derramado com água fervente. O potássio nesta ração acelera o amadurecimento e o fósforo é responsável pelo tamanho da fruta. No entanto, deve-se ter em mente que o excesso de fósforo leva à formação de pequenos frutos.

A alimentação correta e competente de melancias promove uma floração amigável e boa formação de frutos

Para fornecer à melancia os oligoelementos necessários ao longo da estação de crescimento, a planta é alimentada com fertilizantes foliares em intervalos de 10-15 dias. Você pode, por exemplo, usar Uniflor-micro (2 colheres de chá por 10 litros de água) ou outras drogas: Master, Terraflex, Kristallon, Novofert, Nutriflex. As substâncias são utilizadas de acordo com as instruções, que indicam a dosagem necessária e as fases de aplicação. Se a planta parou de crescer, tem folhas pequenas ou amareladas, caule frágil, não há floração, então é hora de aplicar a tintura de amônia. Para preparar a solução nutritiva, dilua 3 colheres de sopa. substâncias por 10 litros de água. Em seguida, misture bem e regue os arbustos de melancia, evitando o contato com as folhas.

Você precisa entender que não existe um esquema universal para alimentar melões e quaisquer outras culturas. Muito depende da composição do solo, da região de cultivo, do estado das plantas, que devem ser monitorados constantemente e as substâncias necessárias devem ser introduzidas em tempo hábil. O principal é não exagerar. Se a matéria orgânica foi introduzida no solo, é necessário introduzir menos nitrogênio e mais fertilizantes de fósforo. Se a terra, ao contrário, carece de húmus, mais nitrogênio é necessário.

Vídeo: alimentando melões e cabaças com fertilizantes orgânicos

Apesar da aparente complexidade, todos podem obter frutos doces e grandes de melancia em sua trama pessoal. Para isso, você precisará seguir as normas da tecnologia agrícola e, prestando atenção ao estado das plantas, realizar atempadamente a alimentação necessária. Afinal, uma nutrição adequada no período certo de desenvolvimento da planta é a chave para uma colheita de alta qualidade.

  • Imprimir

Avalie o artigo:

(5 votos, média: 4,4 de 5)

Compartilhe com os seus amigos!


Para que uma melancia agrade com alta qualidade e sabor, é necessário que quando seja cultivada no solo, tenham os seguintes elementos:

    Fósforo. Embora no solo negro esse componente seja coletado em uma quantidade maior, raramente é encontrado na forma em que as plantas são capazes de absorvê-lo. Ao longo do crescimento de melões e cabaças, eles requerem fósforo. Se houver falta desse elemento, as raízes da melancia ficarão fracas, as folhas serão pequenas e verde-acinzentadas. As folhas principais próximas ao broto começarão a amarelar, e manchas marrons serão visíveis entre as nervuras. Com um pequeno número de ovários, o rendimento será reduzido. Mas como fertilizar mudas de tomate com fertilizantes de fósforo é realizado, essa informação vai ajudar a entender.

Potássio... Este componente tem efeito no controle do balanço hídrico, de forma que, se faltar, a planta ficará lenta. Se ocorrer deficiência de potássio durante o período de frutificação, as características de qualidade da baga serão reduzidas. Para resolver este problema, é necessário utilizar composições minerais de potássio. Também será útil aprender como plantar melancias em terreno aberto com sementes e qual o melhor tempero.

Cálcio... Com isso, consegue-se o funcionamento das membranas celulares. Sua deficiência é formada nas plantas durante o clima quente e ventoso. Um fator adicional é a salinidade do solo e o alagamento. Mas como borrifar os tomates com nitrato de cálcio e a eficácia desse remédio é indicado aqui.

  • Magnésio. A falta desse componente é típica de regiões onde a umidade é constantemente elevada. Tipos de solos ácidos, arenosos e leves também podem afetar o desenvolvimento de deficiências. você pode reconhecer a falta de magnésio pelo amarelo nas folhas, assim como queimaduras marrons entre as veias. Para corrigir a concentração deste componente, é necessária a aplicação foliar com nitrato de magnésio. Mas como cultivar melancia em uma estufa na região de Moscou, e quais preparações de cobertura são os melhores, é indicado aqui.
  • No vídeo - alimentando melancias em campo aberto:


    Métodos de alimentação

    Existem dois métodos principais pelos quais as plantas são fertilizadas:

    1. Raiz. Ao usar este método, todas as soluções fertilizantes são adicionadas ao solo para que possam ser absorvidas pelas raízes.
    2. Foliar. Um método menos comum em que todos os fertilizantes são injetados diretamente no caule ou nas folhas.

    É recomendável que você se familiarize com cada um dos métodos considerados mais detalhadamente.

    Foliar

    Uma característica desse método é que, ao ser utilizado, é necessário fertilizar os arbustos com a introdução de nutrientes pelas folhas e caules. Isso facilita a penetração mais rápida dos componentes nas plantas. É necessário fertilizar as plantas pelo método foliar com muito cuidado, pois a introdução de uma grande quantidade de solução afeta negativamente o desenvolvimento das mudas.

    Usando o método foliar, todas as folhas são cuidadosamente pulverizadas com uma solução fertilizante, que pode conter substâncias orgânicas ou minerais. A pulverização é realizada apenas à noite ou sutra, quando não há sol.

    Raiz

    Para melhorar o desenvolvimento das mudas de melancia, os jardineiros as fertilizam com o método da raiz. Para isso, são utilizadas soluções líquidas de esterco e outros componentes orgânicos. Cada arbusto é colocado sob a raiz com uma solução fertilizante.

    São consumidos pelo menos cinco litros de líquido por metro quadrado de uma parcela com melancias plantadas.

    É melhor fertilizar o solo antes de regar as mudas ou chover forte, pois a matéria orgânica é absorvida mais rapidamente em solo úmido.


    Fertilizantes orgânicos

    Na agricultura, são amplamente utilizados os fertilizantes orgânicos, de origem vegetal e animal.

    Os curativos mais populares incluem:

    • húmus. Substrato formado como resultado de debate e decomposição de restos de animais e plantas
    • esterco (excrementos de galinha ou pombo, verbasco) apodreceu
    • infusão de ervas, à qual se adiciona cinza de madeira periodicamente.

    Os dois primeiros tipos de fertilizantes orgânicos (húmus e esterco) devem ser diluídos em água na proporção de 1: 5.


    Assista o vídeo: Qual o melhor no cultivo indoor: FERTILIZANTE OU ORGÂNICO